Notícias e Releases

Navegação de categorias

Publicador de Conteúdos e Mídias

angle-left Ponsse e Senai SP firmam parceria para capacitação em operação e manutenção de máquinas de colheita florestal
Voltar para

Ponsse e Senai SP firmam parceria para capacitação em operação e manutenção de máquinas de colheita florestal

As escolas móveis de treinamento já estão em operação e vão preparar operadores e mecânicos de máquinas como forwarders e harvesters.

A Ponsse e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) combinaram esforços para oferecer soluções de treinamento e capacitação de mão de obra especializada em operação e manutenção de máquinas florestais. Da parceria surgiram duas Escolas Móveis Operação e Manutenção de máquinas florestais, unidades volantes que poderão percorrer diversas localidades, verdadeiras salas de aula sobre rodas, equipadas com o que há de mais moderno.

Preparadas para treinar operadores e manutentores de colheita florestal à campo, as unidades móveis possuem simuladores de operação, equipamentos de realidade virtual e aumentada, bem como os principais componentes do trem de força (motor, bombas hidráulicas, eixo, etc.), além de estrutura de sala de aula para instruções teóricas. A novidade faz parte da proposta de inovação em treinamentos da Ponsse Academy, uma solução da Ponsse para a capacitação de operadores, mecânicos, operadores e gestores do processo de colheita florestal mecanizada.

Pensamos em uma unidade versátil, móvel e de alta tecnologia para formar mão de obra qualificada para operação e manutenção de máquinas florestais para o sistema de colheita de corte no comprimento. Com a vantagem do fácil deslocamento da carreta de uma cidade para outra, conforme a demanda dos nossos clientes e parceiros. Nosso principal objetivo é preparar esse profissional para todas as situações do campo e trazer um resultado efetivo na colheita da madeira, disse Fernando Campos, diretor da Ponsse Latin America.

Para o presidente da Fiesp e do Senai-SP, Paulo Skaf, a estratégia de utilizar escolas móveis é uma maneira eficiente para atender as indústrias, mesmo onde não houver uma escola fixa da entidade. Assim podemos contribuir para aumentar a competitividade da indústria, por meio da capacitação e qualificação de profissionais com o que existe de mais moderno em termos de ensino profissionalizante, afirmou Skaf.

Os treinamentos ministrados nas unidades móveis visam capacitar tanto para operação de máquinas de pneus ou em escavadeiras adaptadas para a colheita florestal. A principal diferença competitiva dessa parceria é a mobilidade para que os treinamentos ocorram em qualquer lugar.

As unidades móveis já estão em campo capacitando novos operadores e mecânicos. As primeiras turmas foram formadas na região centro-oeste paulista. Para chegar no modelo atual da unidade de treinamento, uma comissão técnica visitou modernos centros de capacitação florestal da Europa e formatou um modelo viável ao cenário brasileiro.