O idioma do site foi reconhecido automaticamente – The language of the website has been recognised automatically
  • lowheader_1

Custos do equipamento e da colheita

Para o método CTL, o equipamento consiste em uma grupo de harvester e forwarder. O harvester abate, desgalha, mede e corta em toras os troncos de acordo com a solicitação do usuário da madeira. O forwarder transporta os troncos para a margem da floresta, mantendo cada tipo em uma pilha separada. Depois, um caminhão, equipado com uma grua para carregamento, transporta as toras até a fábrica.

O equipamento de colheita correspondente para o método TL consiste em uma máquina feller para abater as árvores, um skidder para puxar os troncos inteiros até a margem da estrada e uma desgalhadora. Também será preciso contar com um retalhador (serra) que cortará os troncos caso sejam muito longos para o transporte de longa distância; por exemplo, em terços. As toras serão carregadas no caminhão transportador usando a grua do caminhão ou uma máquina carregadora separada.

As máquinas florestais CTL são tecnicamente mais avançadas que as TL e, portanto, custam mais. Por outro lado, o método TL exige mais máquinas. O custo total de máquinas para a colheita CTL pode ser um pouco mais elevado do que para TL. O consumo de combustível por metro cúbico colhido é significativamente menor com o método CTL porque as máquinas são em número menor e, geralmente, são mais leves. Além disso, os gastos com salário são menores para a colheita CTL porque são necessários menos operadores. Assim, contudo, o custo de colheita e colocação à margem da estrada é comparável, dependendo das condições da colheita.